Receita paga amanhã quinto lote de restituição do IR

Declarar Imposto de Renda é dever de todo brasileiro, todos devem prestar contas ao Governo mesmo os que são isentos.

O mais importante na hora de declarar o IR 2019 (Imposto de Renda 2019) é, separar todos os seus documentos com os bens e as dívidas de 2011 declare todas as despesas planos de saúde, previdência privada, gastos dos seus dependentes, pagamentos dos empregados, gastos com a escola ou faculdade de seus filhos, venda de bens, entre outros. Já possível começar sua declaração do IRPF 2019 antes da data, para não acabar se atrasando, ou então procurar os serviços de um contador para avaliar os valores de uma forma mais precisa.

Para quem prefere fazer sozinho já existe softwares específicos para declarar o seu IR 2019. O download do programa Imposto de Renda 2019 poderá ser feito através do site da Receita Federal, é bastante recomendado que o download seja feito diretamente no site da Receita para não haver problemas no momento da declaração.

Dúvidas podem ser tiradas no site da receita federal no seguinte link: www.receita.fazenda.gov.br, lá no site também já estão às tabelas de valores, essas tabelas variam de um ano para o outro, os valores que precisam ser pagos a cada ano variam de acordo com a renda média anual e as quantias cobradas também dependem de reajustes, e os contribuintes precisam se informar a respeito do calendário para quitar o IR dentro do prazo estimado, e quem perder o prazo terá juros somados a tarifa e maiores dificuldades para quitar a dívida. Quanto antes você fizer a declaração, antes você receberá a restituição do Imposto de Renda caso você tenha direito.

Como Cadastrar o Abono Salarial

Desde de 2012 a Caixa Econômica Federal passou a adotar o NIS, um novo sistema de cadastro social no qual as pessoas poderão se cadastrar nos programa que podem ser beneficiados e ainda não possuem cadastro. Com isso o formulário utilizado para o cadastramento do trabalhador foi substituído pelo DCN Documento de Cadastro do NIS.

CADASTRAR O PIS

Para você fazer o cadastro de um dos seus funcionários no programa de integração social você poderá seguir três formas diferente seguindo o passo a passo logo abaixo.

Cadastrar o PIS 2019 pela internet:

Basta você acessar o site: www.caixa.gov.br/cadastronisempresa e cadastrar uma senha, para uso na internet. Para cadastrar essa senha, você vai precisar da senha do seu cartão do cidadão. Após essa senha ser cadastrada você precisa levar vários documentos para realizar o cadastro.

Logo após essa documentação ser analisada e aprovada, você já pode cadastrar seus funcionários pela internet em rapidez e em poucos segundos e já colocar ele pra exercer o trabalho que fora estabelecido.

Confira a Tabela PIS 2019 e saiba quando o seu benefício será liberado para saque.

Cadastrar o PIS na agência da Caixa Econômica:

Outra opção que você tem é escolher uma agência que você já tenha um relacionamento, ou que tenha uma localização estratégica, e leve a seguinte documentação sua e do respectivo funcionário:

  • DCN;
  • Cartão do CNPJ;
  • Comprovante de matrícula no CEI (você pode fazer download do DCN no site da Caixa);
  • Comprovante de residência.

Para que assim possa realizar o cadastro no Programa de Integração Social do mesmo e ele comece a exerce as funções estabelecidas.

Não deixe esqueça de efetuar o cadastro de seus funcionários na Caixa Econômica, como já mencionado é um direito de cada trabalhador e obrigação do empregador. Vale ressaltar que esse cadastro é de cujo fundamental e obrigatório para todos os cidadãos brasileiros que estejam entrando no mercado de trabalho.

Como participar da seleção da Empresa de Tecnologia e Informação da Previdência?

Inscrições do Concurso Dataprev 2019 vão até o dia 7 de outubro.

O que acha de participar da seleção da Empresa de Tecnologia e Informação da Previdência (DATAPREV)?

Para fazer parte desse tipo de seleção basta acessar o endereço www.cetroconcursos.org.br, à partir das 10:00 horas do dia 08 de Setembro de 2.016 até às 23:59 horas do dia 07 de Outubro de 2.016 e pagar o valor de R$ 80,00 para aqueles que vão disputar vagas com o Nível Médio/ Técnico ou senão R$ 100,00 para o Ensino Superior, lembrando que também durante a inscrição deve ser escolhido um tipo de idioma para a prova, seja na Língua Inglesa ou na Língua Espanhola.

Na seleção desse concurso público as provas serão realizadas no seguintes cidades:

  • Aracaju/ SE;
  • Vitória/ ES;
  • Belém/ PA;
  • Teresina/ PI;
  • Belo Horizonte/ MG;
  • São Paulo/ SP;
  • Boa Vista/ RR;
  • São Luís/ MA;
  • Brasília/ DF;
  • Salvador/ BA;
  • Campo Grande/ MS;
  • Rio de Janeiro/ RJ;
  • Cuiabá/ MT;
  • Rio Branco/ AC;
  • Curitiba/ PR;
  • Recife/ PE;
  • Florianopólis/ SC;
  • Porto Velho/ RO;
  • Fortaleza/ CE;
  • Porto Alegre/ RS;
  • Goiânia/ GO;
  • Palmas/ TO;
  • João Pessoa/ PB;
  • Macapá/ AP;
  • Natal/ RN;
  • Maceió/ AL;
  • Manaus/ AM.

Para o Ensino Médio Completo temos os cargos de Auxiliar de Enfermagem do Trabalho e também de Técnico de Segurança do Trabalho, sendo que ambos apresentam a disponibilidade de 05 vagas, sendo 03 vagas de AC (Ampla Concorrência), 01 vaga de PCD (Pessoa com Deficiência) e 01 vaga de Cota, todas voltadas para a cidade do Rio de Janeiro e com um salário base (SB) de R$ 2.510,03, mais Adicional de Atividade (ADA) de R$ 337,05 e um Auxilio – Alimentação (AA) de R$ 852,24 por 30 horas semanais de atividades.

Para o Ensino Superior temos 255 vagas de Analista de Processamento com SB de R$ 5.255,47, ADA de R$ 792,27 e AA de R$ 852,24, com 30 horas semanais de atividades.

Outra opção para o Ensino Superior é o cargo de Analista de Tecnologia da Informação, com SB de R$ 5.915,09, ADA de R$ 792,27 e AA de R$ 852,24, para 40 horas semanais de atividades e que pode ser dividido nos seguintes perfis:

  • 40 vagas de Advocacia;
  • 09 vagas de Análise de Informações;
  • 214 vagas de Análise de Negócios;
  • 15 vagas de Contabilidade;
  • 500 vagas de Desenvolvimento;
  • 05 vagas de Engenharia Civil;
  • 15 vagas de Engenharia Elétrica;
  • 05 vagas de Engenharia Mecânica;
  • 18 vagas de Finanças;
  • 220 vagas de Gestão de Serviços de TIC;
  • 307 vagas de Infraestrutura e Aplicações;
  • 20 vagas de Pessoas;
  • 60 vagas de Processo Administrativo.

Fora esses cargos ainda temos 05 vagas de Engenheiro de Segurança do Trabalho com 40 horas semanais de atividades e 05 vagas de Médico do Trabalho, no qual são 20 horas por semana para exercer as suas tarefas, lembrando que todos esses cargos tem as mesmas remunerações do cargo de Analista de Tecnologia da Informação.

Quem recebe o PIS tem direito a outros benefícios?

O seguro desemprego 2019 e o Programa de Integração Social (PIS) são dois benefícios concedidos aos trabalhadores com carteira assinada em todo o Brasil. Ambos são pagos como regra das leis trabalhistas, mas em momentos diferentes e com finalidades diferentes. Saiba mais a seguir.

O que é e como funciona o Seguro Desemprego?

Enquanto contratado com carteira assinada o trabalhador possui o direito de receber um salário mensal e mais um extra, o 13º. De acordo com as leis trabalhistas ele não deve ser inferior a um salário mínimo vigente. O valor do salário mínimo é determinado pelo Governo Federal de acordo com a inflação.

Quando é demitido por culpa da empresa (sem justa causa) o trabalhador fica sem renda mensal. Foi pensando em aguardar a relocação no mercado de trabalho sem desamparar as contas e provimento básico familiar que foi criado o seguro desemprego.

O seguro desemprego é o valor pago quando o trabalhador é demitido sem justa causa pela empresa. Ele pode ser pago por até seis meses. Depende de quanto tempo ficou na empresa anterior.

O que é e como funciona o PIS?

A sigla de três letras PIS quer dizer Programa de Integração Social. Ele é um fundo de amparo ao trabalhador criado pelo governo federal para auxílio quando o empregado deixar o mercado de trabalho.

O PIS possui como finalidade complementar a renda do trabalhador.  Ele é pago todos os meses pelo empregador (a empresa) diretamente em uma conta do Governo Federal administrada pela Caixa Econômica Federal.

Uma das finalidades do Programa de Integração Social é a distribuição de renda. Por meio deste pagamento (que não é tão alto assim) a empresa distribui um pouco dos lucros entre seus funcionários contratados. É uma forma de ajudar a diminuir o poder aquisitivo entre trabalhadora e empresariado.

Por este motivo estão fora da lista de quem tem direito ao PIS os empregados domésticos e Trabalhadores Rurais. Seus patrões não possuem núcleo empresarial para distribuir. No caso o trabalhador rural ele já é seu próprio patrão e já fica com o lucro.

Quem está recebendo o seguro desemprego tem direito ao PIS?

Apesar de ambos serem direitos de um trabalhador contratado com carteira assinada eles são pagos em momentos diferentes.

O PIS é pago todos os meses pela empresa enquanto funcionário está contratado com carteira assinada. Todos os empregadores são obrigados a realizar tal pagamento ou serão multados pelo Ministério do Trabalho e o próprio trabalhador pode realizar a denúncia.

Já o seguro-desemprego é um auxílio financeiro para quando o trabalhador for desligado da empresa. Enquanto está recebendo o seguro-desemprego em parcelas de até 6 meses não há pagamento do PIS porque não é empregador.

O saque do PIS é liberado de acordo com o Calendário do PIS 2019 apenas com a aposentadoria por idade ou tempo de serviço. Nos dois casos a liberação é automática e o dinheiro pode ser retirado na caixa econômica federal no Banco do Brasil.

Em alguns casos o valor acumulado do Programa Integração Social é liberado antes.  Isso pode acontecer com trabalhadores em doenças terminais ou degenerativas, mas deve ser comprovado ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) por meio de documentação.

Data de Pagamento do IPVA se aproxima

Em breve você deverá efetuar o pagamento do IPVA 2019 MG. Para isso confira mais informações sobre. Saiba como emitir a guia do IPVA 2019 MG e também como consultar a tabela de pagamento. Um imposto muito importante e que é recomendável que você pague em dias, tanto para evitar juros como também para não deixar o veículo irregular.

Não se esqueça de realizar o pagamento de outros impostos além do IPVA caso você possua algum veículo, como o Seguro DPVAT MG e o Licenciamento, os quais são de extrema importância.

IPVA Detran Minas Gerais 2019

IPVA 2019 MG é um imposto obrigatório e que incide sobre os veículos registrados nesse estado. Se você tem algum veículo registrado em Minas Gerais certamente terá que efetuar o pagamento do IPVA 2019. Ele é anual é obrigatório. Veja também informações sobre o IPVA 2019 RJ!

Pelo site do Detran MG você pode consultar várias informações sobre esse imposto, é importante não perder os prazos para pagamento porque se isso ocorrer a incidência de juros fica em alta, o que deixa o valor ainda mais reajustado. O Detran Minas Gerais oferece formas acessíveis de pagamento, aqui iremos conferir mais sobre.

Emissão da Guia IPVA 2019 MG

Para efetuar a emissão da guia do IPVA 2019 é necessário entrar no site e seguir as instruções dadas abaixo, você leva pouco tempo para emitir o documento:

  • Preencha os dados para emitir a guia.
  • É necessário que você informe o número da Placa do Veículo;
  • Se preferir você também pode consultar informando o Número do GRAVAME;
  • Após preencher os dados clique no botão Consultar.

O Valor do IPVA 2019 depende muito do valor do veículo e suas características. Não existe um valor padrão a ser pago em 5 valor estipulado com base no veículo que cada contribuinte possui.

Saiba também sobre o valor do DPVAT 2019.

Ao fazer a emissão do documento de pagamento você tem conhecimento do valor que você deverá pagar. O valor passa por atualização todos os anos, mas o reajuste é pequeno.

Tabela Calendário IPVA 2019 MG

Através da tabela IPVA 2019 você pode conferir quando efetuar o pagamento deste imposto. Quem disponibiliza essa tabela é o próprio Detran. A tabela utiliza como base o último número da placa do veículo e com isso é definido uma data específica para que cada contribuinte efetue o pagamento do imposto.

Para o ano de 2019 a nova tabela ainda não saiu, mas assim que isso ocorrer iremos atualizar as informações.

Pagamento IPVA 2019 MG

Detran de Minas Gerais disponibiliza várias formas de pagamento do IPVA MG 2019, facilitando assim a vida do contribuinte. Abaixo mencionada nos quais são as formas de pagamento disponíveis para você:

  • pagamento parcelado – sem incidência de desconto;
  • pagamento em cota única – com desconto;

Importante destacar que o pagamento parcelado é feito em até 3 vezes com valor igual para todas as parcelas. Veja qual dessas formas melhor se encaixa no seu orçamento mensal.

Um novo modelo, por favor!

Taxis no Rio de Janeiro

Há alguns dias, a jornalista e apresentadora Leda Nagle publicou um ótimo artigo intitulado “Mais táxis, por favor!” com reflexões e questionamentos relevantes sobre o serviço de táxi do Rio de Janeiro que inspiraram o título e o texto desse post.

Com a objetividade e clareza de sempre, Leda expõe várias questões vividas diariamente pelos cariocas: “Será que não chega a falta de profissionalismo de muito motoristas, que se dão ao luxo de escolher a direção em que vão trabalhar? Será que não perceberam que a fiscalização mais rigorosa da Lei Seca aumentou fortemente a demanda pelos táxis?”. No fim do texto, ela sugere o aumento e modernização da frota de táxis da cidade como solução para o problema atual.

Após o link do texto ter sido divulgado no Twitter, o Secretario de Transportes do Rio, Carlos Osório, fez a seguinte colocação sobre o assunto em seu perfil oficial: “o Rio tem 33mil Taxis, uma das maiores médias de taxi/habitante do mundo! Temos q manter o equilíbrio do sistema”.

Tanto Leda Nagle como o Secretario Carlos Osório têm razão. Está cada vez mais difícil conseguir táxi livre na rua em qualquer horário e alcançar o equilíbrio do sistema parece ser um caminho mais sensato do que colocar mais veículos na rua.

A pergunta que fica no ar é: como chegar a esse equilíbrio, aumentando o acesso dos usuários a um serviço de táxi de mais qualidade sem necessariamente ter que expandir a frota?

A Taxibeat tem a resposta.

Antes de pensar em mais táxis, o Rio de Janeiro precisa de um novo modelo, mais eficaz na busca e localização dos táxis disponíveis, que conecte passageiros e taxistas sem intermediários e otimize a relação oferta/demanda da cidade. Algo praticamente impossível de ser implementado no modelo atual.

Usando as tecnologias do GPS e da conexão 3G, o aplicativo Taxibeat faz com que taxistas não precisem mais rodar tantos quilômetros por dia em busca de passageiros. Do outro lado, os próprios usuários buscam e visualizam na tela do celular a lista de taxistas disponíveis na sua área e suas respectivas posições no mapa.

Isto traz outra dinâmica para o uso do serviço de táxi na cidade.

Além disso, o aplicativo traz duas vantagens adicionais que nenhum outro modelo é capaz de oferecer: poder de escolha para os passageiros e reputação para os taxistas. O impacto que esses dois diferenciais causam na qualidade geral do serviço é significativo.

Nosso sistema é o único em que o usuário pode escolher quem irá atendê-lo baseado no perfil de cada taxista, suas avaliações e serviços oferecidos (de ar condicionado e cartão de crédito a TV e Wifi). Em contrapartida, os bons profissionais passam a ser valorizados, pois quanto mais bem avaliados, mais vezes são escolhidos para receber chamadas.

O resultado disso é um serviço otimizado, personalizado e com alto índice de satisfação garantida de ambas as partes.

Em oito meses de operação, milhares de usuários de táxi do Rio de Janeiro e de São Paulo já deixaram para trás o modelo antigo para viver uma nova experiência. E são eles que, escolhendo e avaliando, participam diretamente na transformação de um serviço que trará benefícios para toda a cidade.

Taxibeat Chegou a São Paulo

Já se passaram quase 100 dias desde o nosso lançamento no Rio de Janeiro. Durante esse período acompanhamos de perto o crescimento do uso do nosso site entre usuários brasileiros, e percebemos a real transformação que o nosso site traz para o serviço de informação na rede.

São Paulo
Notícias de São Paulo

O poder de escolher o taxista e avaliar o conteúdo apresentado faz do Taxibeat muito mais do que um site de informações do Govenro. Estamos propondo um novo modelo, livre de intermediários, dando autonomia e reputação aos nossos jornalistas e segurança e comodidade aos nossos usuários.

Hoje começamos uma nova etapa. Nossa equipe editorial a São Paulo, uma das 10 cidades mais populosas do mundo, com muito otimismo e orgulhosos pelo sucesso alcançado no Rio. Para marcar essa data, fizemos questão de registrar alguns depoimentos de usuários contando suas experiências com o Taxibeat.

O resultado você confere no vídeo abaixo. Temos certeza que você irá se surpreender!

Se você mora no Rio ou em São Paulo, faça parte desta transformação. Acesse nosso site pelo seu navegador e colabore para a melhoria do serviço de táxi da sua cidade.